Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

O que é Benchmarking? Use a favor do seu negócio

Adriano Nodari

Se nunca ouviu falar em benchmarking, vale muito a pena refletir sobre essa estratégia tão importante para o crescimento de um negócio. Se buscar pela definição mais rasa do que é benchmarking vai encontrar a descrição de que é a maneira como uma empresa analisa a concorrência a fim de melhorar o seu exercício de atuação em determinados processos.

A tradução livre de benchmarking é ‘ponto de referência’ e se acha que esse tipo de estratégia só pode ser aplicada por grandes empresas, está equivocado, é essencial, inclusive, para pequenos negócios. Esse ato de utilizar como parâmetro o que a concorrência faz pode trazer importantes insights para o crescimento da empresa.

Como usar o benchmarking para levar um negócio ao crescimento?

Dentro de qualquer segmento de negócio, há os ‘leões do mercado’, aquelas empresas já consolidadas e que por alguma razão estão no topo. Como são os processos dessa empresa? Como é o processo de produção e distribuição de produtos/serviços? Essa empresa apresenta inovações de tempos em tempos, seja no oferecimento de produtos ou na melhoria de algum processo interno? São muitas as análises que podem ser realizadas.

Quais são as práticas empresariais adotadas pela concorrência? Gosto de ressaltar que não se deve confundir o benchmarking com ‘copiar’ a concorrência, essa estratégia reúne algumas complexidades. A ideia dessa estratégia é observar a concorrência e extrair disso ideias de como melhorar as práticas no seu negócio.

Veja: 5 dicas de inovação para pequenas empresas com custo zero

Há diferentes tipos de Benchmarking – Confira

  • Benchmarking interno – É quando se procura identificar melhores práticas dentro da própria empresa, analisando modelos de filiais existentes e departamentos que demonstrem aplicar metodologias inovadoras. Apesar de ser uma estratégia de crescimento, é preciso sempre tomar cuidado, porque no ambiente interno de um negócio existem muitas ideologias e paradigmas que podem impedir no processo da busca por fazer algo novo.
  • Benchmarking competitivo – É o que o próprio nome sugere, se trata da análise da concorrência, aqui surgem alguns empecilhos, porque é mais complicado fazer com que a concorrência libere informações internas. A ideia dessa estratégia é medir as funções, os métodos, as características básicas em relação aos concorrentes. O objetivo é alcançar e superar a concorrência.
  • Benchmarking funcional – Geralmente essa é a estratégia mais utilizada porque as empresas analisadas podem ser de segmentos diferenciados, a ideia é extrair o melhor dos processos dessas empresas, como, por exemplo, uma técnica inovadora em determinado setor. O principal benefício do benchmarking funcional é que a troca de informações entre empresas que não são concorrentes diretas é mais fácil.
  • Benchmarking de cooperação – É bem interessante e trata-se de duas empresas que fazem uma parceria para a troca de informações sobre os seus processos. Isso também pode ocorrer quando uma grande empresa decide abrir as portas para o aprendizado de outra empresa para conhecer determinado aspecto em seu processo.

Etapas da aplicação do Benchmarking

  • Análise interna – É como o próprio nome sugere, quando se realiza uma avaliação dos processos e práticas empresariais internos. Um negócio primeiro precisa compreender amplamente o que é, para depois ir em busca do que pode fazer para melhorar;
  • Enxergar os leões da concorrência – É preciso ter claro quem são os principais e grandes concorrentes;
  • Saber como os dados serão capturados – Principalmente em caso de benchmarking de concorrência é preciso saber como os dados da concorrência serão obtidos, geralmente nesses casos, parcerias e convênios são algumas das maneiras de se conseguir essas informações;
  • Análise de mercado – Aqui é importante que se conheça as melhores práticas adotadas pela concorrência dentro da área que se deseja melhorar;
  • Identificação das falhas de desempenho – Esse é o processo em que a comparação propriamente dita é realizada;
  • Projeção de desempenho futuro com base nas falhas que foram observadas – Aqui são definidas as metas e prazos de alcance para que as falhas possam ser reparadas.

Depois de aplicado o benchmarking é importante ressaltar que uma avaliação contínua deve ser realizada, utilizando como parâmetro as empresas mais conceituadas.

Confira: Crescimento orgânico e inorgânico – qual é o mais seguro para sua empresa?

Implementando o Benchmarking do jeito certo

É muito importante que o empreendedor tome alguns cuidados como o de ajustar as metodologias e práticas que foram analisadas para o contexto da sua empresa.

O negócio precisa também tomar muito cuidado para não focar demais nos concorrentes a ponto de perder a própria identidade. É preciso usar as ideias extraídas de toda a análise, mas sem comprometer a essência da empresa.

Quando se fala em destaque frente à concorrência é fundamental levar em conta o benchmarking. Essa estratégia é a mais importante quando o assunto é se destacar no mercado. Aprender com os grandes é um caminho para se tornar grande. Se superar é um caminho para superar os maiores.