Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

Perfil de liderança: líder criativo ou reativo? Entenda a diferença

Há um livro muito interessante ainda sem versão em português, trata-se do Scaling Leadership, escrito por Robert J. Anderson e William A. Adams. Anderson é pioneiro no campo do desenvolvimento e pesquisa sobre liderança, e Adams é conhecido por ‘desbloquear’ a capacidade inovadora em líderes.

O que esses autores propõem nesse livro é, com base em suas pesquisas, trazer uma definição sobre o perfil de liderança que funciona e o perfil que não tem como prosperar. Anderson define a liderança como um aspecto intrínseco humano, e que o caminho para que alguém se torne um líder melhor é o mesmo que se trilha para se tornar uma pessoa melhor.

O consultor, Adriano Nodari, ressalta a importância de que ao se falar em liderança, se pense nos aspectos pessoais de um líder:

“Não tem como desassociar as qualidades pessoais de um líder de seu exercício de liderança. É preciso fazer essa autoanálise comportamental antes de qualquer ação para ‘se tornar’ um líder melhor. A liderança está ligada a um processo habitual. Mas vale lembrar: hábitos podem ser criados, tanto quanto bons comportamentos.”

Segundo os autores, há dois perfis de líder que merecem ser observados: o criativo e o reativo. O que cada perfil significa? Será que existe um ‘padrão’ de perfil de um líder de sucesso?

Confira: Valorizar os colaboradores – Esse é um dos princípios em um negócio de sucesso

Perfil de liderança criativa

Há importantes características no perfil de um líder criativo, que são:

  • Apresenta visão aguçada – Esse perfil de líder possui grande capacidade na criação de estratégias assertivas com foco em resultados;
  • Pensamento sistêmico – O líder criativo consegue desenvolver sistemas organizacionais que resultem em um melhor desempenho no negócio;
  • Autenticidade – Uma característica marcante do líder criativo é o ‘ser autêntico’ que está em sua integridade, e essa é uma qualidade capaz de inspirar pessoas;
  • Autoconhecimento – O perfil de líder criativo reúne equilíbrio e autoconsciência. Ao longo da jornada, esse profissional só crescerá em autoconhecimento;
  • Relacionamento interpessoal – É uma característica desse perfil o bom relacionamento com a equipe, o espírito colaborativo e a preocupação com o desenvolvimento de pessoas.

Nodari ressalta que aqui no Brasil esse perfil de líder criativo, mencionado no livro Scaling Leadership, é tratado geralmente como perfil proativo, o que também se relaciona ao perfil criativo já nesse modelo de liderança é preciso ‘tomar atitudes’ em todas as ocasiões.

Leia: Técnicas de gestão empresarial para sua empresa decolar

Perfil de liderança reativa

Esse perfil é tratado como negativo. As principais características são:

  • Ausência de proatividade – Nesse perfil, o líder não se antecipa aos problemas na tentativa de minimizar seus efeitos;
  • Espera o problema ocorrer – Mesmo com a iminência de um problema, o perfil reativo espera a situação se agravar, para depois agir;
  • Excesso de cautela – Com o intuito de se proteger, esse perfil de líder, resiste às mudanças nos processos organizacionais e costuma esperar pela aprovação de outras pessoas. Esse comportamento resulta em uma liderança com pouca ou quase nenhuma eficácia;
  • Falta de assertividade – Além disso, esse perfil apresenta grandes dificuldades em tomar decisões, principalmente quando precisam ser rápidas.

Será que existe um perfil de liderança ideal?

Nodari acredita que um líder possa ter características mistas, do perfil criativo e reativo, mas que tudo é uma questão de equilíbrio e de sempre procurar melhorar os aspectos negativos, que podem prejudicar a liderança:

“Acredito que tudo é uma questão de consciência e de busca pelo aprendizado. Uma vez que alguém está ciente dos aspectos negativos em seu processo comportamental como líder, pode trabalhar o próprio desenvolvimento para melhorá-los. E como se toma consciência disso? Muitas vezes é pelo olhar do outro.”

Para o autor e pesquisador William A. Adams, líderes reativos podem obter excelentes resultados, isso porque preocupam-se em melhorar apenas os seus pontos positivos, mas em contrapartida, delegam muitas de suas funções de líder a outras pessoas com habilidades que lhes faltam. O problema, em casos de perfil reativo, é que a liderança se torna mista e desorganizada, o que futuramente pode render problemas em um negócio.