Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

Gestão Estratégica de Pessoas – o diferencial competitivo para uma empresa de sucesso

Neste modelo de gestão, as pessoas são valorizadas e motivadas a assumir um papel importante e decisivo no cenário mercadológico

Para quem deseja crescer no mundo dos negócios é fundamental compreender sobre a Gestão Estratégica de Pessoas e o motivo pelo qual é necessário para o equilíbrio de uma organização.

Este tipo de gestão procura compreender os colaboradores que compõem a empresa e confere uma visão ampla sobre o contexto no qual as pessoas estão inseridas, sobre como anda o grau de satisfação, de motivação, e assim, após uma visão ampla, é possível começar a realizar importantes mudanças dentro de uma empresa em prol de seu crescimento, a partir do coletivo.

Enquanto o Recursos Humanos lida com processos de contratações, análise de currículos, desenvolvimento de treinamento, entre outras atividades, a gestão estratégica de pessoas tem como principal objetivo o de preparar ou moldar o profissional, enxergando nele os principais pontos fortes e fracos, tendo como intuito não apenas o desenvolvimento organizacional, mas o crescimento pessoal e profissional da pessoa que faz parte de uma equipe.

Considerando a teoria da Pirâmide de Maslow, que basicamente mostra as diferentes necessidades humanas/pessoais a serem supridas, a gestão estratégica de pessoas tem se tornado parte essencial na superação dos mercados concorrentes. O modelo funcional está dando lugar ao modelo sistêmico, em que cada pessoa tem um papel importante no crescimento do negócio.

Pessoas – os bens mais valiosos de uma organização

De acordo com o consultor empresarial, Adriano Nodari, na gestão estratégica de pessoas os seres humanos são valorizados e motivados a assumir um papel importante e decisivo no cenário mercadológico. “O processo de conduzir pessoas em uma empresa está ligado diretamente com a disponibilização de capital (equipamentos, materiais, treinamento e fatores de produção), para que os envolvidos no processo — funcionários e parceiros — sintam-se importantes para a empresa e tenham a motivação renovada a ponto de melhorar competências não apenas profissionais, mas também pessoais”, explica.

O especialista em reestruturação financeira e educacional ainda ressalta que a liderança tem importante papel no processo da gestão estratégica de pessoas já que dentre as suas principais funções está a de motivar as equipes, levar pessoas ao engajamento, comprometimento e desenvolvimento de suas funções.

Conheça as 3 premissas básicas da Gestão Estratégica de Pessoas

 1. Estímulo da Motivação – Este é um importante pilar do processo de gestão estratégica de pessoas. É essencial que se analise o que motiva os profissionais em uma empresa. O incentivo financeiro não é o principal estímulo como muitos podem pensar. Líderes prestativos para com a equipe podem estimulá-la a se sentir mais motivada.

 Se o gestor necessita de um maior empenho da equipe em um projeto, por exemplo, pode recompensá-la com folgas de acordo com o bom andamento do projeto ou dando ao profissional flexibilidade horária em determinados dias da semana em que necessite.

2. Comunicação – Metas e objetivos devem ser claramente repassados à equipe. O processo de comunicação precisa ser de mão dupla e gestores e líderes devem sempre estar abertos a dialogar com os liderados.

Canais de comunicação internos e oficiais podem ser uma boa ferramenta e permitem à equipe que expresse opiniões, elogios e críticas a determinado setor da empresa.

3. Equipe engajada – Quando cada pessoa em uma equipe compreende o seu papel e quando a liderança consegue repassar os objetivos para cada profissional e a equipe trabalha alinhada e em sinergia com as necessidades da empresa, o sucesso é consequência.

Equipes de sucesso são formadas por profissionais multidisciplinares, o que isso quer dizer? Quer dizer que pessoas em uma mesma equipe se complementarão em habilidades e se incentivados, esses profissionais desenvolverão novos conhecimentos e capacidades.

Empresas que dão enfoque à gestão estratégica de pessoas fortalecem a própria equipe e isso resulta num passo a frente da concorrência. Quando as empresas encontram dificuldades neste processo, podem consultar empresas que prestam consultoria a fim de conseguirem implantar uma boa gestão estratégica e identificar nos bens mais valiosos (as pessoas), importantes habilidades em prol do crescimento da organização.