Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

Estou com queda nas vendas. O que fazer agora?

É verdade que empreendedores precisam ser perseverantes para alcançar o sucesso, no entanto, ser otimista demais pode ser ingenuidade. A queda nas vendas pode ser momentânea, e é inevitável que em alguns períodos isso aconteça. Entretanto, se o problema estiver acontecendo há um bom tempo, ou seja, for recorrente, é vital que você faça algo antes que os danos sejam irreparáveis.

Se você está passando por este problema em sua empresa, sabe que a cada dia o buraco fica maior e é preciso agir rápido. Lamentar-se ou entrar em pânico não vai colocar a empresa de volta no lugar e culpar a equipe de vendas acaba com o clima no trabalho e desmotiva ainda mais esses colaboradores. É preciso entender a origem da queda nas vendas para efetivamente resolvê-la.

Neste conteúdo, iremos te explicar como identificar o motivo da queda nas vendas e mostrar algumas ações para contornar este problema e ter um crescimento contínuo nos seus resultados. Boa leitura!

Para aprender mais: Como ter uma gestão de custos eficiente na sua empresa

Como identificar o motivo da queda nas vendas

É muito comum o empreendedor se prender no fato de que a queda nas vendas vem acontecendo porque o time de vendas não está atingindo as metas. Isso é muito errado. Pressupor que seus resultados estão caindo por falta de empenho dos colaboradores, é mais um fator para diminuir a saída de produtos/serviços.

Por que a equipe de vendas não está batendo metas? Falta habilidade dos membros? Embora seja a primeira válvula de escape do empreendedor culpar os vendedores pelos resultados ruins, na maioria das vezes esse não é o problema. Você já parou para analisar se suas metas são realistas?

Seus problemas com as vendas começam muito antes do vendedor entrar em contato com o cliente, não são reuniões periódicas cheias de reclamações e poucas ideias que irão resolver.

Leia também: Comunicação interna eficiente na empresa

Existem dois principais motivos para a queda nas vendas:

  • Produto que não atende às expectativas de seu público alvo;
  • Sua estratégia de vendas não está eficiente.

Sabendo disso, você precisa reavaliar sua equipe de vendas, seus produtos/serviços e sua estratégia de vendas. É fundamental, entender o problema, analisar as possibilidades, criar estratégias e, então, tomar as ações. Não adianta fazer promoções relâmpago e/ou cortar vendedores antes de realmente saber o que pode ser feito. Este tipo de solução paliativa, traz resultados momentâneos e de curto prazo.

Quando a queda nas vendas deixa de ser exceção e se torna regra, é o indicativo de que a hora de revisar a abordagem de vendas chegou. Você já identificou se a sua é do tipo egoísta, que considera as vendas transações em vez de visualizá-las como uma forma de relacionamento com seus clientes? Sua abordagem é centrada nos produtos ou na necessidade dos clientes?

Confira: 6 Passos para identificar uma oportunidade de negócio

O que pode ser feito para controlar queda nas vendas e melhorar seus resultados

A melhor estratégia para controlar a queda nas vendas é reter os clientes que já compraram seus produtos/serviços. Para isso, é preciso investir em comunicação com esse grupo de pessoas.

Realize o cadastro deles, com informações para contato (email, telefone, rede social, whatsapp, entre outros). Após isso, desenvolva uma pequena pesquisa de avaliação de seu produto, com questões relacionadas ao preço, qualidade, formas de pagamento, atendimento e outros pontos que acredita ser relevantes para você. Você pode usar a avaliação de 0 a 10 ou de 1 a 5 estrelas, como preferir.

Não esqueça de pedir sugestões, afinal, ninguém melhor que o cliente para saber o que é preciso para melhorar a qualidade de um produto/serviço e do atendimento.

Mande essa pesquisa por email e notifique-os em outros canais de comunicação.

Com as informações em mãos, você já tem os indicadores de qualidade de seus produtos e serviços prestados e ainda sugestões de melhoria. Pondere o que pode ser feito, faça e entre em contato novamente com todos esses clientes para informar sobre essas mudanças vantajosas para eles.

Não pare por aí, crie conteúdos interessantes para seu público alvo e envie emails periódicos (1 vez por semanas, a cada 15 dias, verifique sua disponibilidade) para todos os seus clientes. Além disso, sempre que notar uma queda nas vendas para esses clientes, comunique-se com eles para entender quais motivos o levaram a consumir menos seus produtos/serviços.

Após isso, você pode realizar as seguintes ações:

  • Agora que você entende melhor seu consumidor, mude sua forma de comprar para garantir que nada fique empoeirando na prateleira ou no estoque;
  • Faça promoções que chamem a atenção de seu público alvo e seja descritivo quanto ao tipo e quantidade de produtos disponíveis nas ofertas;
  • Divulgue constantemente seus produtos, serviços e ideias nas redes sociais, mas, garanta que está direcionado ao público correto e que a divulgação não seja incômoda nem invasiva;
  • Faça campanhas internas para bonificação dos membros da equipe de vendas mais engajados e comprometidos. Use-os como direcionadores dos outros colaboradores para garantir que todos aprendam com as competências e habilidades dos bonificados;
  • Incentive sua equipe de vendas a participar de palestras e vá junto com seus colaboradores, afinal você também precisa entender de vendas;
  • Crie boletins internos de motivação e apresente os resultados positivos neles, coloque dicas, homenagens aos aniversariantes e o que mais achar interessante, nunca cobre, sempre motive a melhorar!
  • Crie o hábito de reuniões rápidas no mínimo 1 vez por semana para manter toda a equipe informada sobre as mudanças, levantar novas ideias, solucionar dúvidas e entender como está o clima no ambiente.

Para controlar e acompanhar seus resultados leia: Indicadores de Desempenho Financeiro

Pronto! Agora é bem provável que você esteja preparado para controlar sua queda nas vendas e, além disso, melhorar seus resultados continuamente. Se quiser aprender mais sobre gestão de empresas, continue navegando no blog. Para dúvidas ou consultoria personalizada, entre em contato.