Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

Como melhorar o Fluxo de Caixa – Confira dicas fundamentais

Se a sua ideia do fluxo de caixa se resume ao controle da entrada e saída de recursos, está na hora de ampliar a sua visão sobre essa ferramenta de gestão. A seguir, te daremos dicas importantes de como melhorar o fluxo de caixa no seu negócio e alcançar melhores resultados.

Adriano Nodari, consultor empresarial, esclarece que dentro do conceito financeiro, o fluxo de caixa pode ser compreendido como uma ‘estrutura flexível’, capaz de dar ao empreendedor importantes benefícios na administração do negócio:

“Com um fluxo de caixa sob controle é possível considerar gastos futuros por meio da constante avaliação da entrada e saída de recursos. Também é possível avaliar se investimentos de curto prazo podem ser realizados, assim como saídas emergenciais e pode-se fazer a análise do quanto é necessário para o capital de giro ideal.”

O especialista explica que com todas as informações organizadas, é possível ter uma ‘estrutura gerencial de resultados’, que possibilita a análise precisa do cálculo da rentabilidade de um negócio, assim, o empreendedor consegue trilhar o caminho do equilíbrio financeiro, tão importante para negócios de sucesso.

Leia também: Veja as 5 principais dificuldades na gestão de uma empresa

Como melhorar o Fluxo de Caixa – Confira 7 dicas, por especialista em finanças

As dicas a seguir te ajudarão tanto se estiver se sentindo perdido quanto se estiver sentindo a necessidade de procurar soluções de como melhorar o fluxo de caixa. Confira:

  1. Monitoramento diário – Não importa se o seu sistema para a organização de dados é manual ou se utiliza um software, é importante que tenha a disciplina da verificação diária das entradas e saídas de recursos do caixa;
  2. Registro de vendas realista – Mesmo em casos de venda realizada, não quer dizer que já tenha sido faturada. Evite no momento de atualizar os dados no fluxo de caixa, se utilizar de ‘previsões’ de recebimento. Só coloque na planilha vendas que de fato foram recebidas;
  3. Categorize as movimentações – Para facilitar o processo de análise, separe as informações por categorias, como gastos e ganhos, por exemplo;
  4. Analise o estoque – Se você tem um bom controle de estoque, sabe o quanto precisa para suprir o que falta, assim como tem a noção do quanto será necessário de investimentos e gastos no fluxo de caixa;
  5. Utilize um sistema de gestão – Para evitar erros e te dar uma noção exata dos rendimentos da sua empresa, considere utilizar um sistema de gestão online. Há algumas opções gratuitas como é o caso do sistema de gestão oferecido pela MarketUp (confira);
  6. Elimine os gastos obsoletos – Um dos principais benefícios de saber como controlar o fluxo de caixa é a possibilidade de conseguir enxergar aquilo que pode ser eliminado dentre os gastos ativos;
  7. Faça planejamentos de longo prazo – Faça uma projeção média para todo o ano, a partir isso, o empreendedor pode até mesmo se preparar para momentos de adversidade no negócio.

Faz parte do processo de como melhorar o fluxo de caixa, que o empreendedor tenha a habilidade de ser visionário:

“Quando o empreendedor é realista na análise do fluxo de caixa, consegue fazer projeções a curto, médio e longo prazo. Pode evitar as más surpresas que colocam a conta no vermelho, o que acontece principalmente em negócios que estão começando. A principal orientação é: não ignore o controle do fluxo de caixa e procure auxílio se não conseguir fazê-lo sozinho”, finaliza o consultor.