Mais informações: +55 11 2367-0029 ou contato@nodariconsultoria.com.br

Confira 7 dicas para manter o estoque em ordem

Manter o estoque em ordem é uma das principais dificuldades entre os empreendedores e não administrar corretamente esse setor em um negócio pode ser prejudicial. O controle de estoque é importante para manter os lucros e sustentabilidade de um negócio.

O consultor, Adriano Nodari, alerta:

“Estoque parado em um negócio é dinheiro parado. Por isso, é fundamental que o empreendedor utilize algum meio eficaz para controle, que pode ser um software ou planilha simples. Se o negócio não tem um bom controle de estoque e não conta com profissionais de confiança, o investimento em mercadorias é jogado fora”.

Para manter o estoque em ordem, o empreendedor precisa primeiramente se utilizar de recursos de otimização de processos, para manter os bens de produção em segurança e para que o giro de estoque funcione muito bem no negócio.

O que costuma ocorrer com a maioria dos empreendedores? Não conseguem ter uma organização com o estoque, as informações se perdem, começa a ocorrer frequentemente falta de produtos ou excesso de mercadorias paradas, que evidenciam que um negócio não vai bem.

Confira – Veja as 5 principais dificuldades na gestão de uma empresa

7 dicas para manter o estoque em ordem – listadas por especialista

1.     Disciplina no controle de estoque – Um dos princípios para o sucesso de um negócio está na disciplina na realização dos processos, sendo o estoque, um deles. Há algumas etapas que ajudam na organização de itens, como categorizar:

  • Demanda de compra de produtos;
  • Chegada de itens;
  • Organização dos produtos no espaço físico, seguindo critérios como: preço, ordem de entrada e saída, entre outros;
  • Produtos que foram vendidos.

2.     Tenha pessoas preparadas – Para manter o estoque em ordem, invista na capacitação de funcionários, para que estejam aptos a armazenar os produtos, focados no registro de armazenamento de perto;

3.     Se antecipe à demanda de mercadorias -“O giro de estoque depende da demanda de produtos, a variação da demanda é o que vai nortear o empreendedor se deve comprar mais ou menos mercadorias”, explica Nodari;

4.     Se utilize de modelos de reposição – Para manter o estoque em ordem o empreendedor pode se utilizar de pelo menos dois modelos de reposição: contínua, em que se compra produtos com mais frequência, mas se mantém uma quantidade de produtos menor no estoque; há também a reposição periódica, em que as mercadorias são recebidas em determinadas datas;

5.     Parceria com os fornecedores – A relação estabelecida com os fornecedores deve ser de parceria, até mesmo porque pode afetar diretamente os resultados de um negócio. Poder renegociar prazos e valores é outra vantagem que só uma relação de parceria pode oferecer;

6.     Procure se livrar do excesso de mercadorias – Lembre-se de que estoque parado é dinheiro parado, por isso, veja a melhor maneira de vender os produtos, uma queima de estoque ou oferecer descontos em caso de compra de mais de um produto, pode ser uma boa saída.

7.     Se renda à tecnologia – Para manter o estoque em ordem invista em ferramentas que tornem o seu trabalho como gestor mais fácil. Há inúmeras opções de softwares de gerenciamento que incluem o controle de estoque, o ideal é optar por um sistema que melhor possa te ajudar e que seja de fácil utilização.

Tenha em mente que todos os recursos em seu negócio devem ser bem utilizados, assim como a tecnologia. Não basta ter um software, por exemplo, e se esquecer de atualizar com frequência os dados para que não resulte em erros. Para isso, lembre-se da importância da disciplina para manter o estoque em ordem.

“As mercadorias fazem parte do capital da empresa, por isso é tão importante que sejam bem gerenciadas. O empreendedor que tem essa mentalidade e foca na organização terá um estoque fluido e eficiente”, finaliza.